“Eu quero a sorte de um amor tranquilo, com sabor de fruta mordida…” ⠀

Início da semana li sobre Bruna Marquezine falando que foram várias sessões de terapia até ela se acostumar com um amor tranquilo. ⠀

Fiquei refletindo sobre o quanto romantizamos amores turbulentos, com intensidade de sentimentos, deixando passar o quanto o contrário disso é muito melhor.

É inevitável a comparação, mas pensei automaticamente na minha relação.

Tentei lembrar quando foi nossa última discussão, e para ser sincera, não lembrei.

Temos nosso Lorenzo, e é natural algumas divergências pontuais sobre a criação, mas só.

No entanto, levanto aqui questões nossas, e dentro de quase 8 anos estamos bem, sem tantos arranhões.

Aos poucos fomos aparando arestas, aceitando, se comprometendo. Porque relação é isso: é serenidade, reciprocidade, entrega mútua, parceria… e calmaria.⠀

Vamos brindar aos amores calmos e leves, e que estejamos prontas para isso…⠀

Sem distorcer, sem relutar, sem achar que tá faltando algo. Porque na verdade, o amor é isso!