top of page
  • Foto do escritorMarianne Brandão

Seu ex-parceiro nunca está satisfeito com nenhum dos termos do divórcio?

Seu ex parceiro, constantemente levanta acusações sobre você?

Seu ex parceiro, Ameaça constantemente tirar a guarda das crianças?

Seu ex parceiro, persegue, assedia, difama ou ameaça você?

Cuidado, você está passando por um divórcio toxico!


Tem um ditado que diz: Não é no começo que conhecemos as pessoas, é no fim!


Por que se tem uma coisa em que alguns parceiros se mostram bons na hora do divórcio é tentar afetar emocionalmente os filhos.


Um divórcio conflituoso pode ser doloroso e comprometer muito sua saúde menta e bem estar. Raramente é um solo pacifico, porém, alguns são muito mais contenciosos que outros.


Se seu parceiro era toxico no relacionamento, provavelmente mostrará esse comportamento de forma mais peçonhenta no divórcio.


Pessoas assim, podem fazer ou dizer coisas que propositalmente perturbam o outro, simplesmente para prejudicar o andamento do divorcio e tornam a separação mais difícil do que deveria ser.


  • Crie um protocolo de comunicação: Não revide. Ao responder mensagens, mantenha a comunicação concisa, informativa e em tom neutro. Nunca clique em “enviar” quando estiver chateada. Nos casos em que as mensagens hostis cruzam a linha de ameaça, solicite uma ordem de restrição temporária para interromper o contato.

  • Não escolha um advogado por ser agressivo: Você não precisa de um advogado que seja agressivo só por ser agressivo. Você precisa de um advogado de direito de família que seja assertivo, inteligente e estratégico e que saiba como proteger suas clientes da toxicidade. Um bom advogado sabe como revelar a verdade sobre o que você sofreu.

  • Mantenha as crianças longe da zona de conflito: Evite comentar os problemas da separação na frente dos filhos. Também fique atento a sinais de alienação parental e maneiras de reduzir o risco de tensão resvalados dos conflitos com o pai.

  • Tente manter a calma e concentre-se no que você pode controlar: Quando você está no meio de um divórcio, é essencial manter a calma e tomar decisões inteligentes. Ou seja, mesmo que seu parceiro tente atormentá-la, mantenha-se calma e objetiva.

  • Compartilhe suas preocupações com sua rede a apoio: Manter sua família e amigos informados sobre seu divórcio é essencial. Um parceiro com uma personalidade de alto conflito pode ser imprevisível. É preciso ter uma estrutura de apoio adequada, para que você possa pedir ajuda sempre que precisar.

  • Não procure vingança: Pode até ser tentador pagar na mesma moeda quando ele for desagradável. Então, peça sempre a opinião do seu advogado antes de fazer qualquer coisa e resista à vontade de revidar.

  • Cuide da sua saúde mental: Pratique atividades relaxantes, tenha uma dieta balanceada, faça atividades físicas, cuide do seu sono, tenha uma rotina bem organizada e FAÇA TERAPIA!


Antecipe o Caos!


A terapia é um otimo recurso para ajudá-lo a identificar e trabalhar com os problemas com os quais você está lutando no momento.

A terapia pré-divórcio também poderá auxiliar com questões parentais relacionadas ao divórcio (ex: guarda dos filhos)

Por fim, essa forma de terapia pode ensinar estratégias saudáveis de enfrentamento que você pode aplicar durante experencias desafiadoras e estressantes.

Comments


bottom of page