top of page
  • Foto do escritorMarianne Brandão

Imagine você deitar já imaginando como será o dia seguinte? Sem saber se será um dia que você conseguirá viver ou apenas sobreviver a uma crise.


Sim, viver com fibromialgia é assim. Por que você não está apenas lutando contra uma agonia física; mas contra uma turbulência emocional. É como se a fibromialgia não atingisse apenas no seu corpo; ele também tenta reivindicar sua paz de espírito.


Gerenciar dias de dor intensa com fibromialgia é difícil; mas você não precisa fazer isso sozinho. Tentei nesse post, explorar algumas alternativas para esses dias.


- Reconheça seus sentimentos


Não há problema em se sentir frustrado ou triste. Mas reconhecer essas emoções permite que você as enfrente de frente. Por que de nada vai adiantas nega-las.


- Limitar os estressores


Identifique e tente limitar qualquer coisa que agrave seu estresse ou dor. Isso pode significar estabelecer limites no trabalho ou em casa, priorizar tarefas e aprender a dizer não.


- Busque conforto na rotina


Nos dias em que tudo parece demais, rotinas simples podem ser reconfortantes. Tomar um banho morno para tentar aliviar a dor, uma xícara de café, um livro ou uma caminhada tranquila, encontre conforto no que é familiar e seguro para você.


- Descanse


Se possível, se permita ficar quieta. Esses dias p



arecem não ter fim e descansar é necessário. Uma técnica de Mindfulness ou meditação podem ajudá-la a ficar em sintonia com seu corpo e controlar a dor por meio de técnicas de relaxamento.


- Tenha uma rede de apoio


Não hesite em entrar em contato com amigos, familiares ou grupos de apoio. Compartilhar suas experiências pode aliviar sua carga emocional e lembrá-la de que você não está sozinha.

Comments


bottom of page